Projetos com escolas

Projeto com EB1/JI de Carquejido: Descer e Subir a Rua

Agrupamento de Escolas João da Silva Correia
Projeto com EB1/JI de Carquejido
Datas: ano lectivo 2017/2018
Locais: Centro de Arte Oliva e EB1/JI de Carquejido

O projeto Descer e Subir a Rua nasceu de uma vontade de aproximação entre a escola e o museu potenciando o cruzamento entre as práticas pedagógicas e as práticas artísticas. Como consequência desta vontade foi criado um programa de formação envolvendo todos os professores e alunos da EB1 de Carquejido, do Agrupamento de Escolas João da Silva Correia. O projeto decorreu no ano letivo 2017/2018 e envolveu a comunidade escolar numa travessia entre o espaço escola e o espaço museu, uma travessia descoberta a cada momento, em cada encontro e com cada experiência. As sessões de trabalho foram desenhadas em conjunto com os professores participantes e ajustadas ao longo do projeto, integrando também as vontades e desejos dos alunos. A formação foi acreditada pelo Centro de Formação das Terras de Santa Maria na modalidade de «oficina de formação» com um total de 2 créditos. Como resultado deste projecto foi feita uma publicação com o mesmo nome – Subir e Descer a Rua.

Projeto com EB1/JI do Parque

Agrupamento de Escolas Serafim Leite
Datas: março a setembro 2019
Nº de sessões: 17 (distribuídas por três turmas)
Locais: Centro de Arte Oliva e EB1/JI do Parque

Perguntámos: como pode um Centro de Arte, com o seu espaço e objetos artísticos estimular o imaginário e operar transformações no espaço escola?  Ao longo de alguns meses, três turmas do pré-escolar da EB/JI do Parque viajaram entre a escola e o CAO, ocuparam os espaços com as suas criações, construíram labirintos e edificaram autênticas cidades. Observaram. Escutaram de olhos fechados diferentes sons, brincaram com texturas, escalas, luz e sombra. Fizeram perguntas e desenharam. Sobretudo imaginaram. A partir da sua inspiração e imaginário chegámos – crianças, educadoras e equipa do Serviço Educativo do CAO – a 23 propostas de lugares para estar e brincar. A partir destas propostas será apresentada em Setembro uma instalação, no espaço escola, enquanto legado deste projeto partilhado com a comunidade.