Oficinas artísticas

Coleção

Oficina que parte da Coleção Norlinda e José Lima como base de trabalho para explorar a ideia de colecção: o que é, como fazê-lo? E o que se pode coleccionar? Se uma colecção de selos é fácil de imaginar, como serão as colecções de palavras, memórias ou aromas?
E as emoções, dão para coleccionar?

Palavras-chave: arquivo, coleção, memória
Orientação: Rebecca Moradalizadeh

Mediante marcação prévia
Público-alvo:
escolar
Local: Escolas
Duração: 60 a 90 min
Número de participantes: 1 turma
Língua: Português

As sombras do dia

Recorrendo aos jornais presentes na Biblioteca vamos à procura de artigos, frases de cabeçalho ou de corpo de texto, com intenção de os recolher e montar outro discurso que esteja fora do tempo e dos acontecimentos marcados pelo calendário. Podemos ler jornais vindos do passado, do dia anterior, do século passado… e se pudéssemos ler um jornal do futuro, mergulhando na rainha das faculdades, a imaginação?

Palavras-chave: escrita, edição, imaginário
Orientação: Daniel Costa

Mediante marcação prévia
Público-alvo: maiores de 8 anos
Local: Biblioteca Municipal
Duração: 60 a 90 min
Número de participantes: mínimo 8, máximo 30
Língua: Português

Dominó infinito

Nesta oficina vamos construir um jogo de figuras e palavras que exploram associações de ideias e ampliam o significado de objetos, sensações e imagens. Um jogo que se joga à medida que é construído. Um dominó onde as figuras e as palavras podem criar relações sem sentido e outras de múltiplos sentidos. Uma oficina para treinar a imaginação e a observação do que está à nossa frente, do que desejamos e projetamos.

Palavras-chave: desenho, escrita, jogo, imaginação
Conceção e orientação: Daniel Costa

Mediante marcação prévia
Público-alvo: 15 aos 18 anos, ensino secundário
Duração: 60 a 90 min
Número de participantes: mínimo 15, máximo 25
Língua: Português

Figuras escondidas

A figura humana, visível, discreta ou sugerida, é um tema omnipresente num museu. Cada manifestação pode gerar empatia ou curiosidade e constituir um ponto de partida para a criação de um personagem e de uma história. O participante é convidado a procurar na exposição imagens e objetos dos quais possa inferir personagens, ações e intriga, e a desenhá-los, ora individualmente ora em conjunto, em sequência de maneira a formar narrativas gráficas.

Palavras-chave: escolha, imagem, desenho, narrativa, imaginação
Conceção e orientação: Sofia Neto

Mediante marcação prévia
Público-alvo: 10 aos 14 anos, 2º e 3º ciclos
Duração: 60 a 90 min
Número de participantes: mínimo 15, máximo 25
Língua: Português

Memórias suspensas

O que é uma memória? O que é o tempo? Do que nos lembramos? Do que nos esquecemos? E como nos sentimos?

Nesta oficina vamos refletir sobre estas perguntas e criar uma memória coletiva experimental através de várias técnicas (palavra, pintura, corpo, vídeo, som), materialidades (tintas, água, areia, pó de talco) e efeitos visuais (movimento, luz, projeção de vídeo).

Palavras-chave: tempo, escrita, pintura, vídeo, corpo, som
Conceção e orientação: Rebecca Moradalizadeh

Mediante marcação prévia
Público-alvo: 6 aos 12 anos,  1º e 2º ciclos
Duração: 90 a 120 min
Número de participantes:  mínimo 15, máximo 25
Língua: Português

Bichos (quase) esquecidos

Quando as galinhas tinham corcovas de camelo e os peixes andavam sobre pés de três dedos, reinava sobre a Terra a felicidade. Homens, mulheres, adultos e crianças podiam transformar-se em animais e, num misto pessoa-bicho, cada um estava repleto de poderes… A partir de histórias mitológicas do mundo iremos conhecer e criar seres animalescos que nos falarão sobre o amor, a amizade, a coragem e a determinação.

Palavras-chave: mitos, animais fantásticos, assemblage
Conceção e orientação: Amanda Midori

Mediante marcação prévia
Público-alvo: 3 aos 10 anos, pré-escolar e 1º ciclo
Duração: 60 a 90 min
Número de participantes:  mínimo 15, máximo 25
Língua: Português

Oficinas para famílias: Ocupação Oliva

OCUPAÇÃO OLIVA: ARTISTAS XS A CRIAR EM FAMÍLIA XL

Máquinas a trabalhar: o que move uma fábrica? Cabeça e corpo a criar: o que move um artista? Nestas oficinas para famílias vamos conhecer o processo e a criação artística.
Uma vez por mês o Centro de Arte Oliva convoca todos a ocupar o pátio da antiga fábrica e as salas de exposição para relembrar e ativar a memória da indústria e os processos criativos sempre diferentes!​

Oficinas artísticas das pausas letivas

As oficinas artísticas das pausas letivas são mini programas artísticos pensados para crianças e jovens e o usufruto do seu tempo livre. Nestas oficinas cruzam-se áreas artísticas como o desenho, a performance, o vídeo, a escultura ou a música, possibilitando a descoberta individual através de ações em colectivo. Estes programas organizam-se por semanas podendo cada uma delas combinar diferentes linguagens artísticas ou deter-se no aprofundamento de alguma em particular. Cada semana contempla, no fecho do programa, uma apresentação informal às famílias onde os trabalhos criados e os processos tidos são partilhados.

Público-alvo: 6 aos 13 anos
Horário: 10h30 às 12h30 e das 14h30 às 17h00
Número de participantes: mínimo 8, máximo 15
Língua: Português

Acesso

2,50 € (Preço por pessoa)
Gratuitas para todas as escolas públicas e privadas, ATL e IPSS de S. João da Madeira