Feixe de Luz: Escultura Projetada, Cinema Exposto
22 outubro 2022 — 22 janeiro 2023
Curadoria: Andreia Magalhães

Em 1923, com a ajuda de Man Ray, Constantin Brancusi começou a filmar as suas esculturas. Ao longo de quinze anos realizou uma série de pequenos filmes entre os quais se podem ver algumas obras seminais da escultura moderna — Leda, Princesse X, L’oiseau dans l’espace, as colunas infinitas —, encenadas no espaço, a ganharem movimento e a serem alvo de uma transfiguração criada pela manipulação da incidência de luz. Nestes filmes vemos também Brancusi a trabalhar, o atelier a ser utilizado como espaço performativo, tomado por bailarinas e artistas, e testemunhamos a construção de projetos escultóricos de maior envergadura, como a Coluna Infinita implantada em Târgu Jiu, Roménia, em 1938. Com estes filmes, Brancusi deixou o cinema entrar na escultura iniciando um processo recíproco de profunda transformação, que se desdobrou e complexificou ao longo do século XX até aos dias de hoje.

Dedicada às relações formais e conceptuais entre o cinema e a escultura, Feixe de Luz: Escultura Projetada, Cinema Exposto desvenda um século de diálogo entre as duas artes: o filme como documento que se converte em obra, o filme como possibilidade de encenação e performatividade da escultura, o filme como a possibilidade de síntese de opostos (material/imaterial; sombra/luz; volume/projeção; efémero/perpétuo), mas também a escultura como dispositivo produtor de imagens, são dimensões que percorrem a exposição através de obras de Constantin Brancusi, Mary Ellen Bute, Hollis Frampton, João Maria Gusmão + Pedro Paiva,  Nancy Holt, Mark Leckey, Babette Mangolte, Lis Rhodes, Susanne Themlitz, Fischli & Weiss  e Francisco Tropa. 

A exposição é possível pela generosa colaboração de museus e instituições de referência que cederam obras para a exposição, nomeadamente Cabinet London (UK), Center for Visual Music (USA), centre Georges Pompidou (FR), Centre National de La Dance (FR), Electronic Arts Intermix (USA), Film Makers Coop (USA), Frenetic Films (CH), Museu de Arte Contemporânea de Serralves (PT), Museo Reina Sofia (ES), LUX (UK).

Conta com o apoio da DGARTES/República Portuguesa.

Folha de sala



Download