O Efeito do Observador
19 junho — 31 dezembro 2021
Curadoria...: Pablo Berástegui Lozano

O Efeito do Observador: À volta da fotografia na Coleção Norlinda e José Lima

Concebida a partir da Coleção Norlinda e José Lima, a exposição parte das obras catalogadas no respetivo acervo como “fotografias”, a fim de as relacionar com outras obras de distintas categorias – vídeo, instalação, pintura ou desenho – e com as quais partilha a temática da invocação, direta ou indiretamente, dos mecanismos de perceção humana e da observação atenta do mundo.

O projeto inspira-se no designado “Observer’s effect” [Efeito do Observador] da física quântica que mede as alterações que o ato de observar tem sobre os objetos contemplados: “uma mente consciente pode afetar diretamente a realidade”. Considerando esta premissa, a seleção de obras reunidas nesta mostra pretende verificar, a partir de diferentes aproximações, se o nosso olhar pode transformar o mundo. Ou não.

Entre a luz e a escuridão, a contemplação e a inconsciência, a entropia e a ordem, a pintura e as imagens fotográficas, fixas ou em movimento, digitais ou analógicas, esta exposição oferece uma reflexão sobre como olhamos para construir uma leitura da coleção que transcende os limites entre disciplinas e, na qual, os espectadores são chamados a exercer a sua acuidade visual.

Pablo Berástegui Lozano (Pamplona, 1968) vive e trabalha em Portugal e Espanha. Desenvolveu uma sólida carreira de 20 anos como produtor cultural em diferentes instituições, principalmente em projetos de grande escala. Atualmente é o diretor do projeto de fotografia documental denominado Salut au monde! que iniciou em fevereiro de 2019 no Porto. Foi Diretor Geral de San Sebastián 2016 Capital Europeia da Cultura, o projeto mais ambicioso em que esteve implicado e o de maior projeção internacional. Anteriormente foi responsável pelos espaços culturais da cidade de Madrid como Matadero Madrid (2008-2012) e o Centro Conde Duque (2013). No âmbito da fotografia, foi diretor do Festival Internacional de Fotografia e Artes Visuais PhotoEspaña entre 2003 e 2006. Foi também diretor da “La noche en blanco de Madrid” em quatro edições (2007-2010).  Em paralelo com o seu trabalho de gestor cultural e curador tem mantido colaboração como professor convidado em diferentes cursos de pós-graduação. É atualmente professor de Planificação e Gestão de Projetos Culturais no curso de Estudos Curatoriais da Universidade de Navarra. Colabora igualmente como consultor em diferentes projetos culturais em Espanha e Portugal.

Artistas

Albano da Silva Pereira
Alberto García Alix
André Cepeda
André Príncipe
Ângela Ferreira
Ângelo de Sousa
Artur Barrio
Augusto Alves da Silva
Carlos Azeredo Mesquita
Carlos Roque
Carmen Calvo
Christo & Jeanne-Claude
Chus García Fraile
Daniel Blaufuks
Edgar Martins
Filipa César
Harmen de Hoop
Helena Almeida
Gabriel Abrantes

Joan Fontcuberta
João Louro
João Maria Gusmão + Pedro Paiva
Joseph Beuys
Júlia Ventura
Marta María Pérez Bravo
Massimo Vitali
Milagros de la Torre
Noé Sendas
Paulo Nozolino
Pedro Cabrita Reis
Rinus Van de Velde
Rui Toscano
Santiago Sierra
Sara & André
Sophie Calle
Thomas Struth
Valter Vinagre
Vik Muniz

Obras em destaque

Harmen de Hoop, Sandbox Amsterdam, 1996 © Cortesia do artista

Milagros de la Torre, Censored VIII, 2000 © Dinis Santos

Augusto Alves da Silva, 3.16, 2003 © André Rocha

Thomas Struth, Gasse mit Platanen, Wuhan, 1997 © Aníbal Lemos

Harmen de Hoop, Sandbox Amsterdam, 1996 © Cortesia do artista

Milagros de la Torre, Censored VIII, 2000 © Dinis Santos

Augusto Alves da Silva, 3.16, 2003 © André Rocha

Thomas Struth, Gasse mit Platanen, Wuhan, 1997 © Aníbal Lemos