Intersticial: Diálogos no Espaço entre Acontecimentos I – Arte portuguesa na Coleção Norlinda e José Lima
24 maio — 7 outubro 2018
Curadoria: Miguel von Hafe Pérez

Intersticial: Diálogos no Espaço entre Acontecimentos I e II, com curadoria de Miguel von Hafe Pérez, apresenta uma vasta seleção de obras de artistas portugueses com obras que abarcam o período balizado entre 1971 e 2014. Nas palavras do curador, o projeto “propõe uma releitura da Coleção Norlinda e José Lima. Pensar o objeto artístico como acontecimento remete não só para um plano filosófico (onde as leituras da arte como acontecimento em Heidegger ou Deleuze são determinantes), mas como possibilidade de olhar para as propostas artísticas como estruturas significantes complexas. O acontecimento puramente visual vê-se confrontado com uma série de acontecimentos-outros que podem vir a revelar-se pertinentes, tanto ao nível da história social e política, das circunstâncias dos sistemas de representação coevos, dos sistemas de articulação institucional e dos sistemas de receção crítica. Enquanto entidades flutuantes nessa quadrícula mutante, a justaposição de energias complementares ou contraditórias que a simples colocação lado a lado de obras de épocas e autores diferentes representa, aponta para um espaço interpretativo que esses vazios reclamam com tanta intensidade quanto por vezes o olhar concentracionário da obra em si parece demandar. É no diálogo continuado destas passagens que por vezes mais efetivamente se acaba por apreender a singularidade na diversidade. Será este um dos desígnios e desafios maiores na concretização de uma exposição coletiva: a possibilidade de uma articulação discursiva que se instaure por via dos vazios, dos espaços-entre, para que o olhar seja permeável ao pensamento.”

Artistas: Ana Hatherly, Ana Vieira, ngelo de Sousa, António Dacosta, António Sena, Eurico Gonçalves, Francisco Tropa, Gil Heitor Cortesão, Isabel Ribeiro, Joana Rosa, Joaquim Bravo, Jorge Molder, José Escada, Julião Sarmento, Leonel Moura, Nuno Cera, Paula Rego, Paulo Nozolino, Pedro Cabrita Reis, Pedro Casqueiro, Ricardo Valentim, Rui Chafes e Susanne Themlitz.

Miguel von Hafe Pérez, crítico e curador, foi responsável pela área das Artes Plásticas, Arquitetura da Cidade do Porto 2001, Capital Europeia da Cultura. Entre 2002 e 2005, integrou a mesa curatorial do Centre d’Art Santa Mónica, em Barcelona, onde foi corresponsável pela programação da instituição. Autor e coordenador do projeto Anamnese, foi precursor no arquivo e acesso para a arte contemporânea em Portugal. Dirigiu o Centro Galego de Arte Contemporânea de Santiago de Compostela entre 2009 e 2015.

Vista de exposição © Dinis Santos

Vista de exposição © Dinis Santos

Vista de exposição © Dinis Santos

Vista de exposição © Dinis Santos

Vista de exposição © Dinis Santos

Vista de exposição © Dinis Santos

Vista de exposição © Dinis Santos

Vista de exposição © Dinis Santos

Vista de exposição © Dinis Santos

Vista de exposição © Dinis Santos

Vista de exposição © Dinis Santos

Vista de exposição © Dinis Santos

Atividades paralelas
22 e 26 setembro 2018
LP #1 ferro fogo gesso
3 esculturas em que uma é uma máquina e outra é um cenário. Vamos encontrar irmãos e irmãs para as obras, fazendo frente à orfandade a que elas são votadas numa colecção. Não precisam de se dar todas bem! Falemos das suas vidas depois de abandonarem as mãos ígneas que lhes deram forma, se é que foram mãos. 

Folha de sala



Download