Entre as Palavras e os Silêncios – Obras da Coleção Norlinda e José Lima
30 outubro 2021 — 6 fevereiro 2022
Curadoria...: Luísa Soares de Oliveira
Produção: Centro de Arte Oliva; Centro Cultural de Cascais / Fundação D. Luís I

Com curadoria de Luísa Soares de Oliveira, a exposição “Entre as Palavras e os Silêncios – Obras da Coleção Norlinda e José Lima” reúne mais de 100 obras, entre pinturas, desenhos, fotografias, esculturas e instalações, realizadas por alguns dos mais importantes artistas contemporâneos, portugueses e estrangeiros. Paula Rego, Andy Warhol, Julião Sarmento, Rui Chafes, Cindy Sherman, Júlio Pomar, Damien Hirst, Victor Vasarely, entre tantos outros, terão as suas obras expostas em Cascais, evidenciando a diversidade da Coleção em termos estilísticos, temporais e geográficos.

As obras selecionadas contextualizam a Coleção sob o tema do dualismo entre o discurso e o silêncio na arte contemporânea. Segundo a curadora, “desde a época moderna, com a sua tónica colocada no sujeito, pode dizer-se que a arte se articula entre a vontade de estabelecer uma narrativa e a utopia da ausência de interpretação, ou seja, o silêncio”.

A exposição, que ocupa os dois pisos do Centro Cultural de Cascais destinados à apresentação de exposições temporárias, convida o público a estabelecer, por si só, os discursos, os silêncios e as conexões que emergem quando perante uma obra de arte. A arte contemporânea é também caracterizada pela liberdade intrínseca ao ato da criação e da apreciação da arte. O público é livre para eleger os seus instrumentos de compreensão da expressão artística, e é “ao exercício desta liberdade que esta exposição pretende responder”, salienta a curadora.

A exposição será apresentada no Centro de Arte Oliva em 2022.

Obras em destaque

Arlindo Silva. Marco e Flávia, 2000 © Paulo Cunha Martins

Joaquim Rodrigo. Lisboa - Burgos, 1970 © AL